Tive uma Paralisia de Bell por estresse !! #HistóriaNinja

21 outubro 2017
Ola Ninjas,
Meu nome é Jane Alita.
Vou contar um pouco da minha história.

Sou uma mulher apaixonada por secretariado. Comecei minha carreira profissional aos 18 anos.
Sempre muito dedicada e atenciosa.
Aos 22 comecei minha dupla jornada, pois fui morar com meu noivo e já tínhamos nossa primeira filha.
A vida era corrida, entre trabalho, casa, esposo e filha mas sempre tirei de letra.
Adorava o ambiente de saúde, podia ajudar muitas pessoas.
Em 2008 nasceu meu segundo filho, A correria dobrou, mas em 2010 o estresse do trabalho foi imenso.
Em dezembro, muitas pessoas querem cuidar da saúde, e por consequência  aumenta o trabalho.
No dia 19/12/2010 tive uma paralisia de Bell do dia para noite!

Fiz exames aos quais não acusaram nada graças a Deus, e sim uma estafa mental de trabalho.
Chorava dia e noite, meus olhos não fechavam para eu dormir, minha boca estava toda torta e ainda para piorar não tive apoio algum do trabalho ao qual dediquei todo meu amor pelo secretariado.
Ainda trabalhei uns 2 dias assim e as pessoas perguntando o que era. Nem eu mesma sabia ainda.
Decidi fazer a tomografia a pedido médico. Tudo OK.
Passei Natal e Réveillon chorando. Guardo até hoje a linda carta que meu esposo me escreveu me dando forças.
Então iniciei a medicação e fisioterapia.
Foi na clínica de Fisioterapia e Reabilitação do Dr Hidelmar em Três Corações, onde encontrei um carinho e atenção.
Fiz 20 e sessões de fisioterapia, tinha choque todos os dias, massagens , frio, quente e muito carinho e atenção, Deus colocou o anjo na minha vida, não fiquei nem com sequelas.
Durante o tratamento da fisioterapia, apareceu outro anjo também a Evanice Geralda professora na Universidade Unincor.
Ela fez várias sessões de acupuntura sem me cobrar nada, recebi tanto carinho e apoio da família e amigos. Isso me deu forças para lutar.
A auto estima fica muito abalada quando se tem uma paralisia de Bell, mas com ajuda de profissionais capacitados vencemos.

Agradeço a Deus por me dar esse PARE na vida, deixar a correria do trabalho de lado, voltar especialmente para mim e minha família, pois trabalho você sai hoje e já tem uma fila atrás da sua vaga, todos querem o seu lugar, mas não sabem o que você caminhou para chegar até lá!

Hoje moro em Varginha.
Uma cidade a qual me encanta muito. Fiz novas amizades e sou uma microdistribuidora da Kevon.
Faço meu horário, e sempre sem prejudicar minha linda família.

A mensagem que deixo é para as pessoas se voltarem para elas um pouco também, ajudar é muito bom, engrandece a alma, mas temos que nos ajudar também!
Paralisia de Bell tem CURA.
Mas tem ir rápido para o neurologista.
Um abraço a todas do blog.
Amor...amor e mais nada!!!
Esse é meu lema agora.
Jane Alita.



"Essa foi a #HistóriaNinja de superação da nossa seguidora Jane, muito agradecida por compartilhar conosco sua experiência. Que ela possa inspirar mais mulheres com sua mensagem. Desejo todo o sucesso a você, beijo enorme."

E pra quem quiser saber mais sobre a Paralisia de Beel, vou deixar aqui abaixo mais informações.
Se quiser compartilhar sua História Ninja com o blog, me manda através do e-mail  aryannexavier@hotmail.com



Paralisia de Bell

A causa exata da paralisia de Bell é desconhecida, mas acredita-se que seja o resultado de um inchaço ou inflamação do nervo que controla os músculos de um lado do rosto. Pode ser uma reação que ocorre depois de uma infecção viral.
Para a maioria das pessoas, a paralisia de Bell é temporária. Os sintomas geralmente começam a melhorar dentro de algumas semanas, com recuperação completa em cerca de seis meses. Um pequeno número de pessoas continua a ter sintomas de paralisia de alguns de Bell durante toda a vida. Raramente, a paralisia de Bell ocorre duas vezes na mesma pessoa.
A paralisia de Bell não é o resultado de um AVC ou um ataque isquêmico transitório (AIT). Apesar de essas doenças causarem paralisia facial, não há nenhuma ligação entre elas e a paralisia de Bell. Mas a fraqueza repentina que ocorre em um lado de seu rosto deve ser examinada por um médico imediatamente para descartar essas causas mais graves.

Os sintomas envolvendo a paralisia da face são:
  • O rosto fica inclinado para um lado. Quando a pessoa sorri, apenas metade do rosto pode se mover
  • Mastigar alimentos no lado afetado pode ser um problema. Alimentos podem ficar presos entre a gengiva e bochecha
  • Bebidas e saliva podem escapar pela boca do lado afetado
  • Você pode não ser capaz de fechar um olho. Isso pode causar aumento na produção de lágrima ou então olho seco
  • Você pode não ser capaz de enrugar a testa, assobiar ou assoprar
  • Você pode ter alguma dificuldade com a fala.
Outros sintomas da paralisia de Bell incluem:
  • Perda da capacidade de sentir o sabor dos alimentos
  • Dor na ou atrás da orelha
  • Dormência no lado afetado do rosto
  • Aumento da sensibilidade ao som
Procure ajuda médica imediatamente se você notar qualquer tipo de paralisia ou fraqueza no rosto. Apesar de a paralisia de Bell não causar ou preceder um AVC, é importante visitar um médico ou médica para saber se o que você tem realmente é uma paralisia de Bell ou então algo mais grave.

Especialistas que podem diagnosticar paralisia de Bell são:
  • Clínico geral
  • Fisioterapeuta
  • Neurologista








Nenhum comentário:

Postar um comentário